Olá! Crie sua conta de acesso ao site.
Se você já é cadastrado, faça o seu login.
Busca
Comunicações Escola/Famílias
Nesta seção, apresentamos alguns norteadores para as Famílias, visando à sua contribuição para  uma melhor aprendizagem por parte dos filhos/alunos e criação de ambientes educativos em casa. Eis algumas possibilidades que consideramos enriquecedoras: 

A . Orientar os filhos/alunos no sentido de incorporarem à sua autoformação horários diários de estudo, para que estes “aprendam a aprender”, criando hábitos para a vida. Na medida do possível, supervisionar as atitudes e hábitos de estudo por eles desenvolvidos.

B . Analisar o desempenho escolar dos filhos/alunos de forma progressiva e gradual, não se limitando ao acompanhamento dos resultados de provas.

C . Ser parceira da escola no acompanhamento da organização e bom uso dos materiais didáticos, bem como na verificação de locais e condições para estudo.

D . Avaliar as tarefas de casa, analisando a qualidade das propostas e o compromisso dos filhos/alunos com a produção.

E . Conscientizar os filhos/alunos de que fichários mais atrapalham que ajudam, devido às dificuldades de organização/manutenção. Recomendar o uso de cadernos.

F . Criar ambientes favoráveis para a leitura coletiva em casa. No que concerne à produção escrita, estimular o hábito nos filhos/alunos e, eventualmente, conhecer as produções escritas deles.

G . Incentivar os filhos/alunos a serem constantes aprendizes, não se limitando aos conhecimentos e abordagens escolares. A cidade e a realidade também podem ser muito educativas. Estimulá-los a conhecer outros ambientes educativos e ao contato com jornais, revistas de circulação, vídeos pedagógicos, filmes, livros de diferentes gêneros, etc.

H . Demonstrar, para os filhos/alunos, que estudar e pesquisar devem ser objeto de prazer. Assegurar-lhes que essa ideia de “fazer apenas o que se gosta” é utópica e que eles estão numa fase de vida em que o estudo deve ocupar lugar prioritário em relação às outras demandas.

I . Estimular os filhos/alunos a serem empreendedores nos trabalhos acadêmicos. Dessa forma, estarão se antecipando à incursão na formação superior e no mundo do trabalho.

J . Participar de todas as oportunidades de integração propiciadas pela escola (plantão de pais, encontros com professores, mostras, feiras, congressos, palestras com especialistas) e dar retorno para os filhos/alunos a esse respeito.


Também será aqui que  publicaremos algumas das comunicações que recebemos das famílias (ou diretamente dos alunos e sempre-alunos) no decorrer do ano, compondo um "memorial" dessa aproximação tão importante para a formação dos filhos/alunos.




Não socializaremos todas as correspondências que recebermos e por vezes publicaremos apenas  trechos das mensagens; afinal, muito da relação Escola/Família aborda temas individuais, que devem ser tratados de modo privado. Por outro lado, há algumas comunicações com  elogios à Escola ou a seus parceiros;  outras com críticas construtivas; e ainda algumas que trazem questionamentos que julgamos importantes e de interesse coletivo, justificando uma resposta aberta. É esse material que se tornará permanente para leituras/consultas/reflexões, via site. 

Assim, após autorização do remetente, publicaremos as manifestações selecionadas destacadamene no site, de modo que todas as publicações se mantenham visíveis e sejam de fácil localização.  Sempre que uma nova publicação for feita, esta estará imediatamente acima da anterior, de modo que a leitura começará sempre pela mais recente.

Desde já agradecemos a todos pela participação!  Todas as críticas, elogios e sugestões são sempre, e muito, considerados no nosso processo cotidiano de busca pelo aperfeiçoamento.


_______________________________________________________________________
23/04/2013

ssunto: Mensagem de agradecimento a Maria Helena e Pignaton
 
 
Envio esse e-mail para fazer um agradecimento pelo incentivo que me foi me dado por vocês e por toda a equipe do Da Vinci durante os 15 (ou 16) anos em que estive aí. Recentemente lançamos aqui com os residentes da UNIFESP um livro, do qual tive a oportunidade de ser editor. Diz a editora que vendeu mais de mil cópias em um mês, mas não sei se é verdade (espero que sim).
 
De qualquer modo, gostaria de agradecer pelo estímulo que me foi dado no sentido de querer ser sempre mais. Pelo estímulo de leitura e de escrita que é enfocado desde a alfabetização. Não fosse isso, provavelmente, independente de oportunidade, acredito que não seria capaz de produzir o que conseguimos produzir. Foi muito trabalhoso, e ainda está longe de um trabalho perfeito, mas espero que seja o primeiro de muitos.
 
Outra vez, obrigado por todo o incentivo, e por toda a oportunidade que me foi dada. E, se possível, gostaria que esse agradecimento fosse repassado, pouco a pouco, a todos aqueles que participaram da formação do meu caráter - que em grande parte foi formado no Da Vinci. Não tenho o contato de todos; se tivesse, repassaria o agradecimento eu mesmo.
 
A propósito, o livro se chama "Guia de Bolso de Pronto-Socorro", e foi lançado pela Atheneu. Quem leu falou que está bem didático, e me orgulho disso! Não envio um exemplar para a biblioteca porque não acho que será útil, já que o tema é muito específico. Mas, se vocês autorizarem, quando passar em Vitória passarei aí para dar um abraço em vocês, agradecer pessoalmente, e mostrar o livro!
 
Um grande abraço, e que vocês continuem estimulando todos os capixabas a buscar sempre o melhor.
 
Até mais!
 
Marcelo Corassa




_______________________________________________________________________
22/03/2013

É com muita alegria que recebemos e compartilhamos com toda a comunidade Da Vinci a mensagem do pai da aluna Giulia A. Moschen - Carlos P. Moschen.

Assunto: Muito Obrigado

Está semana, após um curto período de espera que me pareceu uma eternidade vi uma expressão de alivio e  felicidade  no rosto de minha filha, Giulia Moschen e logo após preocupação,pelo tempo perdido e de aulas a repor.

Saiu o edital dos suplentes da EMESCAM e o seu nome estava lá. Mais um número na estatística da escola Leonardo D'Vinci de  alunos que chegam ao ensino superior, muitos devem pensar assim. Mas o que os desatentos não sabem é que a frente , ao lado, na retaguarda, existe as palavras confortantes  e a sabedoria do Pignaton,a preocupação  e o positivismo do Cesario, a atenção de  Maria Helena, o Bom dia da Raquel chamando os alunos pelo nome, o apoio e vigilância da Valéria e o carinho da Magda e Andrea na recepção (Desculpe por esquecer de muitos mas todos vocês são importantes).

Eu como pai participei de todo o processo de matricula para uma nova escola e volto a falar com os senhores, me senti vestido com a camisa do leonardo neste momento e com muito orgulho.

Muito Obrigado

Carlos Moschen

(ex aluno de Pignaton, Cesario e outros, há 35 anos)




_______________________________________________________________________
28/11/2012

É com muita alegria e satisfação que recebemos e compartilhamos com toda a comunidade Da Vinci a mensagem do pai dos alunos Giulia A. Moschen e Pedro A. Moschen - Carlos P. Moschen.


Assunto: Orgulho de ser Leonardo

Bom dia , Sr. Pignaton e Sra. Maria Helena,
Professores e Equipe de trabalho do Centro Educacional Leonardo Da Vinci

Por todos esses anos em que estivemos juntos, e que não são poucos, cada dia que passa mais me orgulho da escolha que fizemos da escola para nossos filhos.

Quando vejo as atividades por vocês elaboradas e suas orientações , percebo que vocês têm o objetivo de formação da pessoa, visando a estimular e desenvolver o que há de melhor em cada um, dando princípios éticos e morais e estes devem ser sustentados pela família. Esse objetivo, hoje, é muito claro na minha visão. Vocês são formadores de líderes, com destaque individual, respeitando a característica de cada um.
Hoje (domingo) levei minha filha - Giulia Abranches Moschen, para fazer Vest Emescam. Saiu cedo, orgulhosa,  vestida com a camisa do Leonardo.

Para conhecimento de vocês , muitos pais  gostariam de levar seus filhos vestidos com a mesma camisa, pois compartilham deste sentimento.

Sem cobrar, e Independentemente de resultados futuros, mesmo antes deles (espero que positivo), quero oficialmente agradecer e parabenizar toda a equipe Leonardo, pela competência, dedicação e carinho com seus alunos.

No Leonardo Da Vinci, em todos os dia pela manhã, ao deixarmos nossos filhos na porta da escola, onde são recebidos pela Raquel, pelo Pignaton ou outro colaborador, recebemos o bom dia, que vem seguido do nome do aluno.
Isso faz diferença. Vocês estão indiretamente dizendo "SAWABONA", cumprimento do sul da África, que significa:  "eu te respeito, eu te valorizo, você é importante para mim."

É assim que eu me sinto.

Muito obrigado

Carlos P. Moschen
(Pai de Giulia A. Moschen e de Pedro A. Moschen)



__________________________________________________________________________
07/11/2012

É com imensa alegria e satisfação que recebemos e compartilhamos com todos a mensagem que recebemos de Guilherme Piveti, pai dos alunos Giovanna e Guilherme, sobre as Viagens Acadêmicas e Diário de Bordo.


Venho pela presente manifestar minhas congratulações  pelo programa de viagens acadêmicas desta Escola, ressaltando a importância da exigência da apresentação do diário de bordo, que  mais que uma mera  recordação, serve para concretizar os conhecimentos   arraigados durante a viagem   que, longe de ser um mero passeio turístico,  se notabiliza por transmitir aos alunos aspectos culturais  dos diversos países objeto do roteiro. 

Após terem realizado diversas viagens culturais,  meus filhos ainda  mantém  seus  diários de bordo, com  muito carinho e afeto,  ao lado das boas recordações de suas vidas,  e, por ocasião da elaboração do  último diário pude vê-los examinando e comentando sobre as viagens passadas, que  permanecem vivas em suas memórias.
               
Assim,  parabenizo a direção desta Escola pela iniciativa.

Guilherme Piveti
 


__________________________________________________________________________
07/11/2012

É com muita satisfação que recebemos e compartilhamos com todos a mensagem que recebemos de UBIRAJARA MARTINELLI, pai dos alunos João Pedro e Luis Felipe, da Educação Infantil.


À familia Pignaton,

antes de colocar nossos filhos no Leonardo, eu e a minha esposa Marta pensamos muito, discutimos aos montes e, apesar de a escola ter uma fama de que a classe esnobe estuda lá, resolvemos ter o Leonardo Da Vinci como a escola que dará futuro aos nossos filhos, em função da excelência educacional e por ser referência nacional.

Porém, os fatos ocorridos nas comemorações do Musical na última semana me instigaram a não ficar calado. Estamos assistindo à geração do "pode tudo", os filhos dessas pessoas são as “únicas”, as “melhores” e isso basta. Vemos todos os dias o espetáculo dos pais que param o trânsito, para sair de dentro do carro a avó, a babá, a mãe, depois os filhos para, em seguida, estacionar o carro corretamente numa vaga logo na frente. Temos também que presenciar o furo de fila na rua do Medical Center, na contramão, quando "os espertos" passam na frente de todo mundo e afunilam na rotatória, fazendo "os otários" aguardarem pacientemente a sua vez (sim, porque ninguém que está na fila  trabalha, só os “espertos”).


Como se não bastasse o desespero das pessoas amontoadas no portão à espera da abertura do Musical para, na correria, conseguir o melhor lugar no auditório, quando o mestre de cerimônias avisa para não chamar os filhos no palco é o mesmo que falar: “isso mesmo pessoal, acene bastante e chame o seu filho toda hora”.


Na vida precisamos ter regras para termos um mínimo de sociedade, onde os direitos deveriam ser iguais para todos.
Mas para que avisar que o portão fecha no horário se meu filho está lá, pode tudo e eu tenho o direito de pular o portão ou quebrar a recepção só porque eu posso burlar regras?

Todos nós temos a mania de achar que falta educação nesse país. Eu também acho, mas a educação começa com cada um individualmente: não adianta cobrar do governo ou da escola se os pais não dão exemplos em casa, isto é, dão exemplo do que descrevi acima: o filho do “pode tudo”, também pode tudo e os outros que sejam educados ou se danem.


Imagino o trabalho árduo que os professores têm para reverter esse quadro dentro da sala de aula. Seria muito bom se a escola pudesse também educar os ditos "espertos" (sim, porque são todos profissionais escolarizados: juízes, advogados, médicos, administradores, e por aí vai),  mas como isso é praticamente impossível, ficamos nós, “os otários”, na fila,  enquanto os “espertos” se dão bem.


Sei que a escola tem competência e gabarito para contornar essa situação, mas esse foi um grito, um desabafo de um pai muito, mas muito preocupado com os rumos que a geração dos meus dois filhos, João Pedro e Luis Felipe, terá no futuro.


Ubirajara Martinelli 

__________________________________________________________________________
19/10/2012

É com muita alegria e satisfação que recebemos e compartilhamos com todos a mensagem que recebemos da mãe ACHICIANE FURNO PIRES, sobre a participação do filho no Musical do Infantil do Da Vinci.

Mensagem:

Assunto: EMOÇÃO QUE SENTI NO TEATRO DOS ALUNOS
 
Este e-mail, gostaria de mandar para todos que trabalham nessa escola maravilhosa mas, como não posso, gostaria de pedir a quem estiver lendo que faça isso por mim.

Hoje eu senti uma emoção tão forte de ver meu filho, de apenas 2 anos, se comportar em um palco de teatro com tanta disciplina e coordenação... fiquei extasiada! Na hora em que o vi entrando, bem como as demais crianças, e em especial a turma que ficou em pé, cantando como verdadeiros artistas, quase uma hora sem sequer beber uma gota de água... acho que nenhum profissional teria tanta capacidade, pois a boca ficaria seca, mas eles cantaram divinamente e em 3 línguas, e até dialeto italiano.
Fiquei arrepiada e naquele momento só pensava em uma coisa:

- Coloquei meu filho na melhor escola que podia existir!

Parabéns a vocês, diretores, coordenadores, professores, pessoal da portaria, da recepção, da limpeza, da cozinha - a todos, minha grande admiração.
Vocês são, como disse o médico, educador e escritor Dr Içami Tiba, EDUCADORES DE ALTA PERFORMANCE.

Obrigada em especial às professoras Rafaela e Fabíola, por tratarem com tanto carinho meu pequeno Bruno.

Abraço a todos e mais uma vez, obrigada!!!

Achiciane Furno Pires


__________________________________________________________________________
09/07/2012

No dia 06 de julho, recebemos, por e-mail, uma mensagem dos pais da aluna Isabela Higo Zanandrea - Elki Higo Zanandréa e Eduardo Zanandréa, para os professores do Infantil III e coordenadora do segmento. 

Agradecemos pelas palavras!

Mensagem:

"Vitória, 06 de julho de 12

Prezados Karine, Poliana, Ulrich e Caroline:

Entendemos que a escola deve ser a extensão de nossas casas. Para tanto, o que queremos é que seja um ambiente acolhedor, agradável, com pessoas amorosas e que levem ensinamentos importantes na formação do caráter das crianças, além de educação de alto nível. Sem dúvidas, para que tal missão seja alcançada, é fundamental a presença de professores com formação ética, conhecimento técnico, além de terem os mesmos um bom caráter que cultive o apreço das nossas crianças no dia-a-dia da escola.

Neste sentido, gostaríamos de expressar nossa satisfação de termos nosso maior tesouro, nossa filha, Isabela Higo Zanandrea, estudando no Centro Educacional Leonardo da Vinci, especialmente tendo vocês, professores e coordenadora, como parte fundamental deste processo.

Vemos o carinho a ela dispensado por vocês, e mais que isso, vemos a progressão que nossa filha tem alcançado no seu dia-a-dia, em todos os âmbitos, inclusive o das inter-relações pessoais e desenvolvimento de habilidades, vencendo inclusive a sua timidez. Gostaríamos de trazer ao vosso conhecimento esta nossa satisfação, especialmente após a última apresentação das crianças realizada no sábado dia 30 de junho, quando pudemos ver nossa filha maravilhosa participando da apresentação, e assim vencendo uma timidez que antes a impedia de realizar tarefas semelhantes na escola antiga.

Como símbolo de nosso grande apreço pelo vosso trabalho, gostaríamos de lhes oferecer uma singela, mas sincera homenagem sob a forma de uma pequena lembrança que retratasse este carinho que a Isabela tem por vocês todos. Aceitem estes presentes, que foram escolhidos com a presença e opinião da Isabela para vocês. É de coração e visam coroar vosso bom trabalho antes do merecido recesso escolar.

Um grande abraço,
Elki Higo Zanandréa e Eduardo Zanandréa"


__________________________________________________________________________
13/02/2012

No dia 03/02, recebemos, por meio do e-mail do Da Vinci, uma mensagem de agradecimento dos pais da aluna Camila Rodrigues Cordeiro, Gilmar Cordeiro e Adenise Rodrigues Marques Cordeiro. A agora sempre-aluna é aluna do curso de Psicologia da Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. Obrigada Gilmar e Adenise pelas palavras.


Mensagem de Agradecimento

Aos Diretores, Professores e todos os profissionais da Escola Leonardo da Vinci,


Comunicamos, com os corações emocionados, a aprovaçãodde nossa filha Camila Rodrigues Cordeiro, para o ingresso ao curso de Psicologia da Universidade Federal do Espírito Santo - UFES, obtendo a 3ª melhor pontuação.

Queremos agradecer a todos, e com todos, dividir esse sentimento de alegria e orgulho.

Camila foi aluna dessa conceituada instituição desde o Ensino Fundamental I. Todos esses anos, assistida por profissionais do mais alto gabarito, nos dão a total convicção que a realização desse sonho só se tornou possível, graças ao empenho de nossa filha, mas, principalmente por conta da qualidade do trabalho de todos os profissionais que a ela dedicaram o seus sentimentos e o seu carinho.

Cientes de que esse é apenas mais um passo de uma caminhada, temos certeza que os próximos serão dados com a mesma firmeza dos princípios de responsabilidade, ética e cidadania, adquiridos nesta escola.

Somos representantes de mais uma família que pode atestar com todas as letras, que essa é a melhor escola e ponto.

A nossa mais sincera manifestação de reconhecimento e gratidão.

Vitória-ES, 03 de fevereiro de 2012.


Gilmar Cordeiro e Adenise Rodrigues Marques Cordeiro (os Pais)



__________________________________________________________________________
06/02/2012

No dia 04/02, recebemos, através do Facebook do Da Vinci, um recado do pai da aluna Gabriela Cardozo Rocha, Edilson Rocha. A agora sempre-aluna é recém aprovada, no curso de Direito, em diversas Universidades do Brasil. Recebemos com muita satisfação e carinho essa mensagem. Obrigada Edilson.





__________________________________________________________________________
30/11/2011

É com muita satisfação que recebemos e compartilhamos com toda a comunidade Da Vinci o email abaixo.  Recebido de Anna Beatriz Biagini Palombini, uma querida "sempre-aluna", que com suas palavras carinhosas nos transmite as boas novas de seu sucesso!

Parabéns, sucesso sempre e obrigado!!!!

________________________________________________________________________________

"Queridos Maria Helena e Pignaton,

Hoje estou comemorando minha aceitação no programa de Mestrado de Ortodontia da University of Alabama at Birmingham e a aceitação no programa de Dor Orofacial na University of Kentucky! 

Nesse momento de alegria não pude deixar de agradecer e lembrar dos nosso educadores que construíram nossa base; parte fundamental para qualquer estrutura.  

Como o próprio mestre Walt Disney uma vez citou:

You can dream, create, design and build the most wonderful place in the world, but it requires people to make the dream a reality.

Lhes agradeço muito! E divido essa conquista com vocês!   Se não fossem pelas oportunidades oferecidas, o método de ensino implantado e os educadores únicos e inesquecíveis não imagino chegar onde cheguei hoje!  

Me sinto lisonjeada por ter tido a oportunidade de ter a minha educação do início ao fim no CELV! 
Hoje reconheço e fico muito grata!
Obrigada!!

Anna Beatriz Biagini Palombini"

___________________________________________________________________________
12/09/2011

Mensagem da mãe Cláudia Giestas, recebida por e-mail.

De: Cláudia Giestas de Azevedo [mailto:claudia.giestas@gmail.com]
Enviada em: segunda-feira, 12 de setembro de 2011 15:55
Para: Centro Educacional Leonardo da Vinci
Assunto: CONGRATULAÇÕES PELOS RESULTADOS DO ENEM

 
Prezados Maria Helena e Pignaton,

Gostaria de parabenizar o Leonardo da Vinci pela colocação obtida no ENEM, cujos resultados foram divulgados hoje nos jornais!!!

Sei que o bom desempenho da escola tem muito haver com o compromisso e o ideal de ambos em formar um ensino de qualidade e excelência. Aliás, o reconhecimento desse ideal foi a razão preponderante para a minha escolha com relação ao colégio de Laura, minha filha.

Mas, nessa oportunidade, gostaria de destacar, também, duas interessantes visões sobre a qualidade do ensino no Brasil, tanto o público quanto o particular, uma delas, publicada no próprio Jornal A Gazeta de hoje, onde o Sr. Geraldo Dório, Superintendente do Sindicato das Escolas Particulares, diz que “o ensino precisa avançar”, afirmando que "hoje, o aluno é do século 21; o professor, do século 20; e a metodologia, do 19".

Somado a isso, a Revista VEJA desta semana, nas páginas 96 e 97, trouxe uma matéria intitulada “Você acha que as escolas particulares brasileiras são boas?”, subscrita por Gustavo Ioschpe. Nessa abordagem o autor enfatiza que “o desempenho superior da escola de seu filho se deve mais a você do que à escola” e questiona: “Como se explica, então, que a maioria dos pais de alunos das escolas privadas esteja satisfeita com a qualidade da escola dos filhos e que não se vejam muitos movimentos pela criação de mais escolas de ponta na rede privada que se equiparem àquelas dos países desenvolvidos? Suspeito que a resposta tenha muito a ver com algo que os alemães magistralmente chamaram de Schadenfreude: a satisfação diante da desgraça alheia. Os pais com filhos em escolas privadas se satisfazem com o fato de a educação pública ser ainda pior.” E, continuando as reflexões, pergunta: “Por que esse déficit de qualidade, mesmo na rede paga?”. Fora outros fatores, o autor ressalta que “a escola sofre com a pouca cobrança e participação dos pais. Se os pais desencanam do aprendizado dos filhos, o horizonte de possibilidades da escola é reduzido.”

A opinião manifestada em VEJA já, há muito tempo, corresponde à minha própria, pelas constatações que pude fazer ao longo da vida acadêmica da minha filha. Percebo que, infelizmente, a maioria dos pais, entende que sua missão, no que diz respeito à educação convencional de seus filhos, está cumprida quando lhes dão a oportunidade de estudar numa ótima escola, como é o caso do Leonardo da Vinci. Essa postura, lamentavelmente, impede a escola de ir mais além. Mas penso, sinceramente, que ao invés de tentarmos mudar a cultura equivocada de muitos pais, este tema pode ser abordado junto aos próprios alunos, para fazer-lhes ver um horizonte mais distante, mesmo que seus pais nem sempre enxerguem o mesmo.
 
De minha parte, participo ativamente da vida acadêmica da minha filha, acompanho todas as disciplinas abordadas em sala de aula e, de forma persistente, insisto para que seus estudos nunca se limitem aos resumos dados pelo professor em sala de aula, mas que sirvam para um verdadeiro acúmulo de conhecimento, tão essencial para que os nossos filhos tenham mais chances.

Um forte abraço,

Cláudia Giestas


___________________________________________________________________________
12/09/2011

Recebemos, via a página de contato do site do da Vinci, uma mensagem do pai Ary Leonardo Barbosa Ferreira.

=====================================
Nome: Ary Leonardo Barbosa Ferreira
E-mail: pp1cz@terra.com.br
Tel: (27) 99819258
Assunto: ENEM.
=====================================

Mensagem: Bom dia amigos do Da Vinci.

Fiquei muito feliz hoje, ao abrir o Jornal A Gazeta, em ver em sua matéria
de capa, o resultado da prova do ENEM, anunciando que o Centro Educacional
Leonardo da Vinci ficou em primeiro lugar.

Gostaria de parabenizar a equipe de professores, educadores, coordenadores e
demais funcionários desta Escola, bem como aos alunos que participaram do
ENEM pelo excelente resultado obtido.

Abraços.

Ary Leonardo Barbosa Ferreira, pai de 02 alunos Da Vinci.

__________________________________________________________________________
05/08/2011

O site do Da Vinci acaba de receber uma mensagem pela página de contato.

Dados do internauta:

=====================================
Nome: Luiz Ricardo Filgueiras
Assunto: Polêmica do cabelo moicano
=====================================

Mensagem: Querida escola,
Sou um "sempre aluno" que me formei no CELV no ano de 2007. Atualmente curso o 6º periodo do curso de Direito na FDV. A capa do jornal "A Tribuna" de hoje (05/08) estampou em sua capa uma manchete sensacionalista sobre o impedimento de um aluno com corte de cabelo no estilo moicano estudar no CELV.
Este assunto está sendo muito comentado nas redes sociais (facebook e twitter). Escrevo este e-mail para dizer que toda escola possui autonomia para confeccionar seu regimento interno. Desde a sua fundação que o CELV não permite alunos com tatuagens, piercings, cabelos não convencionais e coloridos. Vitória já está cansada de saber isso. E o mundo já está cansado de saber da excelencia de ensino oferecido aos alunos no CELV. Há diversas opções de escolas em nossa cidade, e há algumas com o regimento interno bem flexível. Pois que procurem essas escolas os alunos que querem ser tatuados e usar cabelo moicano. O CELV sempre teve suas regras bem definidas e nunca foi de se envolver em sensacionalismos baratos. Sei que nesse episódio (mais um lamentável para a imprensa local) este continuará sendo o perfil da instituição. Mas registro aqui o meu apoio de "sempre aluno".
Carinhosamente, com saudades,
Luiz Ricardo A. Filgueiras


____________________________________________________________________________
06/07/2011

A seguir, e-mail enviado pelo pai das sempre-alunas do Da Vinci, Anna Beatriz e Ana Carolina, no dia 05 de julho, onde conta os "rumos" que suas filhas estão seguindo.

Prezada Profa Maria Helena,

Anna Beatriz [nossa queria Bia] faz um belo trabalho na residência [Pré mestrado] que a mesma cursa em Birmingham Alabama [UAB University of Alabama at Birmingham].

Com habilidade, base técnica, doçura, vontade e conhecimento, vem firmando uma sólida posição. O inglês [High School] está sendo também fundamental. Para vocês terem uma ideia, ela dentro da residência precisa dar aulas na graduação de odonto. Muito linda mesmo.

Claro que divido com vocês este especial momento. Agradeço sempre pela oportunidade que o CELV me proporciona.

Carol fechou também seu primeiro semestre de Eng. Civil na Univix de maneira brilhante [8,6 de média].

Repasse, por favor, ao Prof. Pignaton, ao Victor e a todos os profs que de formadireta ou indireta contribuíram para esta arrancada.

Grato novamente.

Lamberto Palombini Neto
05/07/2011


____________________________________________________________________________
24/02/2011

Abaixo, carta dos pais da aluna Luiza Tavares de Larceda, no dia 14/02/2011, parabenizando e agardecendo o Da Vinci e também se despedindo.

Maria Helena e Pignaton,

Ficamos muito felizes com a aprovação de Luiza no vestibular.
Sabemos que isso é resultado de um trabalho de muitos anos de dedicação e carinho de vocês aliados à segurança e estrutura emocional que passaram para ela.

Não só Luiza que vai sentir falta do CELV - nós também vamos!
Nosso muito obrigada à vocês e a toda sua equipe!

Um grande abraço,

Andréa e Carlos Eduardo de Lacerda
14/02/2011


______________________________________________________________________________________________
30/11/2010

Abaixo mensagem que recebemos da Sra. Samira Zouain da Rocha despedindo-se do Da Vinci, no dia 30/11/2010.


"Prezada Maria Helena,

Hoje estou me despedindo.
Despedindo da Escola, na qual meus dois filhos, lara e Filipe, passaram boa parte de sua infância e adolescência.
Eu não poderia deixar de lembrar de todas as vezes que fui atendida por você, ora para trocar ideias, ora por discutir assuntos relacionados ao comportamento ou notas. Nem sempre foram bons momentos, eu reconheço, no entanto gostaria que soubesse que as nossas conversas foram fundamentais no seguimento e na educação deles. Parece muito óbvio, mas expressar meu agradecimento pela paciência, preocupação, empenho e vontade de vocês em formar um cidadão, muito além do aprendizado científico é o diferencial que encontrei no CELV.
Para mim Maria Helena, você é a grande educadora da Escola, não desmerecendo sua equipe. A maioria dos alunos qua aí passa só descobrem isto no decorrer de sua vida.

Lara hoje está realizando seu sonho de estudar na ESPM e o Filipe vai entrar na FUCAPE. O resultado, a princípio pode parecer pequeno, mas para mim é bastante confortável vê-los seguros de si e encaminhados. Espero que mantenham o olhar dinâmico para o futuro, conforme aprenderam aí.

Quero muito que este trabalho continue para, quem sabe poder usufruir dele quando tiver netos.
Um grande abraço para toda a família Da Vinci e MUITO OBRIGADO!

Atenciosamente,

Samira Zouain da Rocha."

 

______________________________________________________________________________________________
19/11/2010

A seguir mensagem que recebemos da Sra. Claudia Scarton, no dia 19/11/2010, a respeito da formatura dos 9os anos do Ensino Fundamental.


"Agradeço aos professores, funcionários em geral, e a Maria Helena e Pignaton, pelo carinho e dedicação transmitidos a minha filha Bárbara, bem como a seus colegas em todos esses anos de escola. Será um prazer participar dessa cerimônia, meu coração se alegra em ver minha pequena cheia de sabedoria e tão bem orientada. Vocês são responsáveis por grande parte desse ânimo que permeou esta trajetória.
Meu muito obrigado,
Claudia Scarton."





____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
04/11/2011

Abaixo, segue o email que recebemos dos Senhores Ary Leonardo Barbosa Ferreira e Gabriella Plazzi Brunoro, a respeito da palestra proferida pela Dra Lígia Aratangy, cuja notícia publicada no site pode ser acessada aqui.

"
Boa noite amigos do Da Vinci.

Desde a semana retrasada estou para escrever este e-mail para a Escola, porém os muitos acontecimentos nesta última semana me impediram de fazê-lo.

Minha vontade desde então é agradecer o convite para participar da EXCELENTE (desculpem as letras maiúsculas, mas é a única forma para definir nossos sentimentos) palestra com a Psicóloga e Psiquiatra, Dr.ª Lídia.

A palestra se deu em mais de uma hora e meia, e quando olhei para o relógio me assustei, pois não tinha sentido o tempo passar. A Dr.ª Lídia nos prendeu a todos com assuntos de extrema relevância para os dias atuais, para quem tem filhos adolescentes ou mesmo crianças. Abordou temas tidos como tabus e alguns assuntos espinhosos para todos que lidam com meninos e meninas.

Foi uma abordagem inteligente, envolvente, que tocou em pontos e nos abriu os olhos para tantas coisas, tantas angústias, tantas interrogações, que sempre nos deixam sem saber como agir perante os desafios que nos esperam diariamente na tarefa de pais e educadores. Dr.ª Lídia além de mostrar ser profunda conhecedora do tema que aborda, o faz de maneira gostosa, fácil, alegre, otimista e intimista. Fala com a propriedade de quem sabe o que diz e sabe como dizer.

Como pais do Gabriel e João Pedro Brunoro Ferreira, sempre estivemos em todas as palestras para as quais fomos chamados e sempre saímos destas palestras com uma sensação muito boa, onde aprendermos mais um pouco, pelos esclarecimentos que temos tido em todos estes anos, e pela qualidade destas palestras.

Está de parabéns a Escola por estas iniciativas. Mais do que qualquer coisa, nós, pais interessados no bem estar de nossos filhos, aproveitamos muito essas oportunidades para entrar em contato com o mundo real de nossos filhos, e não fantasiar aquilo que deve ser melhor para eles.

Uma nota que sempre fazemos, eu e minha esposa Gabriella, quando saímos destas Palestras é nos perguntar por que tantos pais perdem estas oportunidades de contato com profissionais do quilate que o Da Vinci vem nos proporcionando em todos estes anos.

A Palestra da Dr.ª Lídia mereceu o aplauso de pé que nós oferecemos a ela.

Por favor, quando tiverem a oportunidade, repassem à ela o nosso carinho muito especial. Nossos agradecimentos a ela e ao Da Vinci pelos minutos maravilhosos que nos foram proporcionados.

Parabéns.

Ary Leonardo Barbosa Ferreira e Gabriella Plazzi Brunoro.

Pais de Gabriel Brunoro Ferreira e João Pedro Brunoro Ferreira."

Página Inicial | Tour Virtual | Notícias | Inscrições em Atividades | Fale Conosco | Circulares | Infantil | Fundamental | Ensino Médio | A Escola | Perspectiva Cultural | Fóruns Acadêmicos | Viagens Acadêmicas | Oficinas Opcionais | Vestibulares e Enem | Olimpíadas | High School | Conteúdo Pedagógico | Informações 2013 | Inscrições em Atividades

Rua Elias Tommasi Sobrinho, 154, Santa Lúcia - Vitória, ES - Brasil - CEP 29056-910 - Tel: (27) 3334 6300
© Centro Educacional Leonardo da Vinci 2021 · www.davincivix.com.br